Blog

Gestão de Tempo para Concurseiros

Uma das coisas mais complexas nos dias atuais é a gestão de tempo. Na vida desempenhamos diversos papéis: pai, tio, amigo, empregado, chefe, estudante, concurseiro, etc. Cada um desses papéis implica em diferentes atividades. Para dar conta disso tudo, é preciso saber gerenciar bem o tempo. Em uma situação normal, eu diria que você deveria equilibrar todos esses papéis. Contudo, na minha opinião, eu acredito que na fase de concurseiro não será possível fazer tudo. Muita gente fala que você deve estudar, ir para academia, sair para o cinema no fim de semana, fazer yoga, etc. Para mim, não dá para fazer isso tudo e ainda estudar para concursos. Na verdade, é possível, claro, mas o que quero dizer é que isso terá um preço: diminuir o tempo de estudos. Provavelmente, fazer "tudo", no mínimo, atrasará sua aprovação.

Eu acho que você deve colocar todos os seus esforços na atividade de concurseiro, principalmente se você trabalha 8 horas por dia. Fazendo isso, você passará logo e voltará a sua vida normal. É preciso ter em mente que nunca há tempo suficiente para o concurseiro. Lembre-se que você terá uma quantidade enorme de matérias para estudar. Não dá para fazer faculdade, fazer inglês, aula de música, academia e ainda estudar para um concurso de alto nível. Eu sei que essa opinião vai de encontro ao que muitas pessoas dizem por aí. Contudo, eu sinceramente acho que essa ideia é mundo ideal desenhado por muitos coaches. Eu não estou dizendo você tem que virar uma pessoa super estressada e paranoica com os estudos. É preciso sempre bom senso. Claro que é possível fazer uma atividade "extra", como ir para academia. Contudo, não dá para fazer é "tudo".

Eu acredito você deve tentar transformar todo o seu tempo livre em tempo de estudo. Eu disse tentar. Note que existem momentos que você não poderá estudar, por exemplo, enquanto está trabalhando. Também existem momentos que você precisará relaxar: você não é um robô. Contudo, fora esses momentos, você deve estudar. Procure otimizar as atividades que você acha fundamentais e descartar as que não são necessárias nessa etapa da sua vida. Para ficar claro, tomemos o exemplo da academia. Ao invés de gastar 1h e 30min malhando, talvez, você possa trocar esses exercícios por uma caminhada de 30 min. Ah professor, mas aí vou virar "frango" ou deixar de ser "panicat". Lembre-se que isso é temporário. Depois da posse você poderá voltar ao "normal". Outro exemplo: horário do almoço. Ao invés de fazer 1 hora de almoço, gaste 45 min e reserve 15 minutos para ler algo. Esse esforço inicial é muito importante. Talvez, depois de atingir um certo nível, você já possa voltar ao normal.

Agora vamos pensar em uma atividade de descarte. Por exemplo, um curso de espanhol. Ora, se espanhol não cai na sua prova, fica claro que esse curso está roubando horas preciosas de estudos. Esse exemplo foi lógico e fácil de excluir. Contudo, em alguns casos você provavelmente irá brigar com sua mente: a pelada no fim de semana, o kart da quarta-feira, o happy-hour da empresa, etc. O ponto chave aqui é aprender a dizer não. Toda vez que você diz não para uma atividade dessas, você está dizendo sim para o seu projeto de estudos. Claro que é preciso ter bom senso, mas no mundo ideal, repito, seu foco é estudar.

Lembre-se que essa fase é temporária, não será para vida toda. Muita gente poderá dizer: ah professor, mas nesse caso vou virar o "senhor estressado". Pessoal, concurseiro é estressado por natureza. O que você pode tentar fazer é minimizar esse stress sem deixar ele passar do “normal”. Por exemplo, o stress não pode fazer você perder o controle sobre seus estudos e usar este mesmo cansaço como desculpa rotineira para tirar uma "folga".

Pare um pouco e pense comigo. Vamos pegar o exemplo dos campeões olímpicos. Você acha que eles ficam fazendo aulas de piano, faculdade, inglês, espanhol, baladas, etc. Não! Para chegar em um alto nível, a vida deles é praticamente dedicada ao esporte. A mesma ideia vale para um grande músico, pintor ou matemático. Note que as pessoas que se tornaram experts em uma área dedicaram boa parte do seu tempo a uma atividade. Você quer ser especialista em concursos? Seus esforços devem estar centrados na atividade de estudo para concursos. Toda vez que você inventar uma nova atividade estará dividindo sua atenção e tempo.

Feito esse alerta inicial, vou passar algumas dicas de como otimizar e organizar seu tempo de estudos.

  • Conheça sua capacidade de leitura. Você precisa saber quantas páginas você lê e entende por minuto. Com isso em mãos, você conseguirá estimar em quanto tempo você terminará de ler um livro, por exemplo. Essa ideia também vale para vídeo-aulas. Se você consegue ouvir e entender uma aula em velocidade 1.5X vai gastar menos tempo. Ou seja, o bizu é conhecer a sua velocidade de aprendizagem
  • Foco. Quando estiver estudando uma determinada matéria esqueça do mundo. Pense somente no que você está estudando naquele momento. Para isso, você deve evitar distrações. Desligue o celular e a internet. Não pense na próxima matéria que você tem que estudar. Seu foco é o momento presente.
  • Evite multitarefa. Essa dica tem relação com a anterior. Tem gente que estudar e ouve música. Tem gente que estuda com o facebook aberto, whatsapp, etc. Isso pode ser um vício. Acostume-se a focar e concentrar-se nos estudos. Muitas vezes, fazemos isso com uma fuga da dor. Como se não tivéssemos estudando. Ah, “eu estou aqui ouvindo uma música e estudando”. Uma dica legal que ajuda a evitar distrações é escolher um local de estudos isolado, por exemplo, uma biblioteca.
  • Variar os temas e estímulos. Fazer algo repetitivo é péssimo. Se possível, tente variar entre disciplinas que usam diferentes raciocínios. Por exemplo, uma disciplina de exatas e uma de direito. Também tente mudar os estímulos. Tente variar entre ler, assistir, fazer anotações, ouvir, etc.   
  • Planejamento. Você precisa saber exatamente o que vai estudar. Você precisa planejar. Se toda hora você tem que decidir o que vai estudar, isso acabará consumindo muito tempo que poderia ser utilizado para o estudo propriamente dito. Crie uma visão de curto, médio e longo prazo. Uma ferramenta útil para isso pode ser ciclo de estudos.
  • Redes Sociais. Controle o seu vício. Estabeleça limite de uso e/ou horários. Não esteja online quando estiver estudando. Evita essa mania de postar tudo que está fazendo: “Comecei a estudar RL” (twitter), “Cheguei na biblioteca” (facebook). Se você vacilar, você pode perder uns 10 minutos por post. Enfim, sai das redes sociais ou limite seu uso.
  • Deslocamentos. Durante o dia perdemos muito tempo nos deslocando. Muitas vezes ficamos presos em engarrafamentos. Nessas horas, o que você pode fazer é escutar um áudio. Por exemplo, a Constituição Federal. Essas horas são sempre bônus, não devem estar no seu planejamento, caso contrário gerarão apenas estresse.
  • Compromissos em geral. Dentista, médico, cartório, etc. Temos diversos compromissos, contudo em muitos deles ficamos em "salas de espera".  Aproveite esse tempo para estudar. Poder se um texto no seu celular, pode ser a leitura no CF no site do planalto, um áudio, um vídeo, etc. Essas horas são sempre bônus, não devem estar no seu planejamento, caso contrário gerarão apenas estresse;
  • Limite o tempo das demais atividades. Estabeleça um tempo máximo para o que não é estudo: futebol, kart com amigos, poker, cerveja, etc. Por exemplo, se em uma determina semana você saiu com os amigos em um happy hour, nessa mesma semana não rola o futebol, pois você já “estourou” sua cota. 
  • Bom senso. Não fique paranoico. Você pode e deve fazer outras coisas, mas tenha em mente que seu foco agora são estudos. 

Agora vou falar da única atividade que eu acho que não deve ser diminuída: o sono. Respeite seu corpo. Descubra quantas horas de sono você precisa. Estudar cansado vai acabar com seu rendimento e humor. Duas horas bem, acredito que são mais produtivas que 4 com sono. Além disso, se priva de sono, poderá gerar um problema de saúde no futuro.

Por fim, vale a velha recomendação de um boa alimentação e exercício físicos. Procure manter sua saúde física e mental. Apenas acho que agora não é momento de virar o Hulk ou a Mulher Maravilha.

 

comments powered by Disqus