Blog

Você está disposto a pagar o preço da aprovação?

Geralmente quem decide fazer concurso público não está em uma situação muito boa. O caso típico são pessoas que estão sem emprego ou que não estão satisfeitas com o emprego atual. Essa insatisfação pode ter diversos graus. Pode ser que você não esteja mais suportando o seu trabalho ou simplesmente esteja buscando um emprego estável. Claro que existem pessoas que não estão nessa situação, por exemplo, também existe o grupo de pessoas que acabou de terminar a faculdade e muitas vezes ainda moram com os pais.

O que eu gosto de dizer é que ninguém sonha em ser "servidor público". Talvez eu possa citar como exceção o caso de juiz, engenheiro da petrobras e alguns outros poucos cargos. Contudo, a regra é que geralmente quando crianças não dizemos que queremos ser servidor do ministério XYZ. O normal é dizer queremos ser professor, médico, advogado, dentista, etc. A questão é que temos que ganhar dinheiro para pagar nossas contas e algumas vezes a profissão que escolhemos não atende nossas necessidades. E não estou falando apenas de necessidades financeiras, eu estou falando de maneira mais ampla. Por exemplo, nada adianta ganhar bem e não ter qualidade de vida.

Em resumo, o que as pessoas querem quando buscam concursos públicos é mudança. Por exemplo, no meu caso eu queria sair do mercado privado. Só quem viu os dois lados da moeda entende perfeitamente como as coisas funcionam, mas isso é papo para outro tópico. Seja como for, antes de você decidir se vai fazer um determinado concurso geralmente é importante ter a resposta para a seguinte pergunta: você realmente quer fazer concurso? É provável que você diga sim! Contudo, a pergunta mais precisa seria: Você está disposto a pagar o preço?

Veja que agora tudo muda. Você deve estar pensando: Qual é o preço? Meu amigo, não se iluda. A decisão de se tornar um concurseiro não deve ser tomada do dia para noite. Esse é projeto de médio/longo prazo. E ele cobrará seu preço. Se você for só na "empolgação", pode acabar só desperdiçando o seu tempo da sua vida, o qual, como sabemos, é finito. Ora, querer passar em concurso, todo mundo quer. Contudo, poucos estão dispostos a pagar o preço

Nessa jornada, é provável que você deixe a sua antiga vida social. Seus novos amigos serão outros concurseiros. Você passará a acordar, comer e sonhar com concurso. Aliás, eu sempre gosto de dizer que você está próximo da aprovação quando passa a sonhar com o dia da prova (fazendo a prova). Provavelmente, você também terá que utilizar seus finais de semana para estudar. Em resumo, não será fácil! Sua vida girará praticamente em torno desse projeto.

Prepare-se para dor. Isso mesmo, a jornada não será fácil. Agora, tenha cuidado para não confundir as coisas. Uma coisa é saber que o caminho terá dificuldades, mas não quer dizer que quem sofre, passa. Por exemplo, já vi concurseiro fazer cursinho de madrugada! Será que era realmente necessário? Não se pode inverter as coisas. Ou seja, criar mais dificuldades para uma jornada que por se só já tem muitos desafios.

Por que estou te dizendo tudo isso agora? É para desanimar você? Não! É na verdade um aviso, para que você fique atento a sua postura durante a sua trajetória. Já vi muita gente desperdiçar anos "estudando" para concurso. É extremamente necessário que você perceba que essa decisão implicará em uma jornada longa e árdua. Para passar em um cargo de alto nível, você levará, pelo menos, 1 ano. Se você não entrar para "jogar para valer", provavelmente será apenas perda de tempo.

Se eu entrar para valer nesse "jogo", eu serei aprovado? Gostaria de dizer que sim. Contudo, a verdade é que mesmo jogando "sério" você apenas aumentará suas chances de passar. Não há garantia. Por exemplo, tem muita gente que faz tudo certinho, mas tem um branco no dia da prova. Pode ser que a discursiva tenha vindo com um tema que você não tem a mínima ideia. E por ai vai....

Quem é concurseiro velho de guerra sabe que o segredo é persistir. Contudo, nada adianta "fingir" que está estudando. Aliás, tem muita gente usando concursos como "profissão" ou para dar uma justificativa a família que está fazendo algo. Esses dificilmente passarão. É perda de tempo e dinheiro jogado fora. Meus amigos, a vida é curta. Se for estudar para concurso, faça direito. Melhor passar o quanto antes do que se arrastar por anos em busca de uma vaga.

Ah Almeida! Tu tá me desanimado, miserável! Eu estou sendo é verdadeiro com você. Claro que se você se dedicar, em média, espera-se que você seja aprovado. Aliás, é por isso é que tão importante fazer muitos concursos (de uma grade área). Quando mais provas você fizer (e tendo se preparado da forma correta), maiores serão suas chances de aprovação.

Por fim, tenha em mente que os concursos estão cada vez mais disputados. Encare essa fase de sua vida como um grande projeto e como todo projeto ele tem riscos.

comments powered by Disqus